Hospitais do Fim dos Tempos: Morre menino com câncer, atendido sentado em uma cadeira de plástico e ao lado de uma lixeira, no Hospital Infantil de Vitória


29.05.2017 -

O menino Alan Gonçalves Trabach, de 9 anos, que foi fotografado recebendo medicação sentado em uma cadeira de plástico e ao lado de uma lixeira, no Hospital Infantil de Vitória, morreu neste sábado (27). Ele se tratava de um câncer e teve falência múltipla dos órgãos. 

n/d

Alan apareceu em reportagens da Rede Gazeta sobre a superlotação no setor de oncologia do Hospital Infantil de Vitória. Uma das imagens enviadas pelas mães, que denunciaram o caso, mostrava Alan. Ele foi diagnosticado com câncer nos rins e iniciou o tratamento em 2013. Depois, a doença acabou atingindo outros órgãos.

SUPERLOTAÇÃO

Um grupo de mães  fez um abaixo-assinado para conseguir leitos de internação no Hospital Infantil de Vitória no início deste mês. De acordo com elas, não havia mais vaga na enfermaria oncológica. Segundo relatos, as vagas de internação só surgem quando outras crianças morrem.

As crianças que precisavam de internação estavam sendo acomodadas em outras áreas do hospital, como a sala de isolamento, destinada a pacientes com alguma doença contagiosa e a ortopedia.

De acordo com as mães, além da falta de leitos, as crianças em tratamento ainda enfrentavam atrasos de até 30 dias para o início da quimioterapia e, recentemente, não havia mais médico oncologista de plantão nos finais de semana após as 13h de sábados.

Na época da denúncia, a presidente da Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica (Sobope) visitou os leitos do Hospital Infantil de Vitória. Ela disse que a situação da unidade é grave. “É uma situação de calamidade, que não está adequada em hipótese nenhuma aos critérios mínimos”, declarou Teresa Cristina Fonseca.

Fonte: Gazeta online noticias

===========================

Nota de www.rainhamaria.com.br

Assim, diz na Sagrada Escritura:

"Como se transformou em prostituta a cidade fiel! Antes era cheia de direito, e nela morava a justiça; agora, está cheia de criminosos! A sua prata tornou-se lixo, o seu vinho ficou aguado. Os seus chefes são bandidos, cúmplices de ladrões: todos eles gostam de suborno, correm atrás de presentes; não fazem justiça ao órfão, e a causa da viúva nem chega até eles.  Pois bem! Ai de vós! - oráculo do Senhor Javé dos exércitos, o Poderoso de Israel. Eu vingar-Me-ei dos meus inimigos e pedirei satisfação aos meus adversários. Voltarei a minha mão contra ti, para te limpar com soda e tirar a tua impureza". (Isaias 1, 21-25)

"Porque conheço o número de vossos crimes e a gravidade de vossos pecados, opressores do justo, exatores de dádivas, violadores do direito dos pobres em juízo". (Amós 5, 12)

n/d

"Debaixo do sol, observei ainda o seguinte: a injustiça ocupa o lugar do direito, e a iniqüidade ocupa o lugar da justiça". (Eclesiastes 3, 16)

"Pus-me então a considerar todas as opressões que se exercem debaixo do sol. Eis aqui as lágrimas dos oprimidos e não há ninguém para consolá-los". (Eclesiastes 4, 1)

n/d

"Ouvi isto, exploradores do necessitado, opressores dos pobres do país!"(Amós 8, 4)

"Ouvi a palavra do Senhor, príncipes de Sodoma; escuta a lição de nosso Deus, povo de Gomorra: Cessai de fazer o mal, aprendei a fazer o bem. Respeitai o direito, protegei o oprimido; fazei justiça ao órfão, defendei a viúva. Ai de vós, que ajuntais casa a casa, e que acrescentais campo a campo, até que não haja mais lugar, e que sejais os únicos proprietários da terra". (Isaias 26)

"Povos, escutai bem! Nações, prestai-me atenção! Pois é de mim que emanará a doutrina e a verdadeira religião que será a luz dos povos. De repente minha justiça chegará, minha salvação vai aparecer, (meu braço fará justiça aos povos), as ilhas em mim terão esperança e contarão com meu braço. Levantai os olhos para o céu, volvei vosso olhar à terra: os céus vão desvanecer-se como fumaça, como um vestido em farrapos ficará a terra, e seus habitantes morrerão como moscas. Mas minha salvação subsistirá sempre, e minha vitória não terá fim. Eu sou o Senhor teu Deus, que revolvo o mar e faço rugir as ondas; eu me chamo o Senhor dos exércitos". (Isaias 51)

 


Rainha Maria - Todos os direitos reservados
É autorizada a divulgação de matérias desde que seja informada a fonte.
http://www.rainhamaria.com.br

PluGzOne