A rebelião final contra Deus continua: Célebre escritor americano, diz que a humanidade não precisa mais de Deus. Com ajuda da inteligência artificial, a consciência coletiva substituirá Deus


12.10.2017 -

n/d

A humanidade não precisa mais de Deus, mas pode desenvolver uma nova forma de consciência coletiva, com a ajuda da inteligência artificial, que cumpra a função da religião, disse o escritor norte-americano Dan Brown nesta quinta-feira (12).

n/d

Brown fez a afirmação provocadora na Feira do Livro de Frankfurt, onde está divulgando seu novo romance, "Origem", o quinto do personagem Robert Langdon, professor de simbologia de Harvard que também protagonizou "O Código Da Vinci", livro que questionou a história da cristandade.

"Origem" foi inspirado pela pergunta "Será que Deus sobreviverá à ciência?", disse Brown, acrescentando que isso jamais aconteceu na história da humanidade.

"Será que somos ingênuos hoje por acreditar que o Deus do presente sobreviverá e estará aqui em cem anos?", indagou Brown, de 53 anos, em uma coletiva de imprensa lotada.

Transcorrido na Espanha, "Origem" começa com a chegada de Langdon ao Museu Guggenheim de Bilbao para acompanhar o anúncio de um bilionário futurista recluso que promete "mudar a face da ciência para sempre".

Os acontecimentos logo tomam um rumo inesperado, dando ensejo a um enredo que permite ao autor visitar os sítios históricos do país -– inclusive Barcelona, capital da Catalunha, região do nordeste espanhol atualmente em crise devido a uma iniciativa separatista.

O escritor, que vendeu 200 milhões de livros em 56 línguas, admitiu que não lê um romance há cinco anos, mas que investigou profundamente e passou muito tempo conversando com futuristas para criar a trama de "Origem".

Ele reconheceu que suas opiniões não serão bem acolhidas pelos clérigos, mas pediu uma harmonia maior entre as grandes religiões e aqueles que não professam nenhuma fé.

"O cristianismo, o judaísmo e o islamismo compartilham um evangelho, liberalmente, e é importante que todos nós o percebamos", afirmou. "Nossas religiões são muito mais parecidas do que diferentes".

Voltando-se para o futuro, Brown opinou que a mudança tecnológica e o desenvolvimento da inteligência artificial transformarão o conceito do divino. Fonte: G1

============================

Nota de www.rainhamaria.com.br

Diz na Sagrada Escritura:

"Quem acabou contigo foi a soberba do teu coração! Tu escondes-te nas cavernas dos rochedos e pões-te à espreita nas alturas das montanhas, pensando que ninguém será capaz de te fazer descer à planície. Entretanto, mesmo que voes como a águia, ou faças o ninho entre as estrelas, far-te-ei descer de onde estiveres - oráculo de Javé" (Abdias 1, 3 -4).

Diz ainda  na Sagrada Escritura:

"Deixai-os. São cegos e guias de cegos. Ora, se um cego conduz a outro, tombarão ambos na mesma vala" (Mateus 15, 14).

n/d

“Se não se abreviassem aqueles dias, não se salvaria pessoa alguma; porém, serão abreviados aqueles dias em atenção aos escolhidos" (Mateus 24, 22).

"Mas, quando vier o Filho do Homem, acaso achará fé sobre a terra?"  (Lucas 18, 8)

"A pretensão dos mortais será humilhada, o orgulho dos homens será abatido. Só o Senhor será exaltado naquele tempo,  Refugiar-se-á nas cavernas dos rochedos e nas fendas da pedreira, por causa do espanto da presença do Senhor, e do esplendor de sua majestade, quando ele se levantar para aterrorizar a terra" (Isaías 2, 17 e 21).

 

Veja também...

A rebelião final contra Deus continua: Elitista multi-milionário do Vale do Silício, iniciou uma religião baseada em torno do conceito de adorar a inteligência artificial como um deus

Que estado de espírito ter diante de catástrofes? O que, no mundo de hoje, não provoca a Ira de Deus?

 


Rainha Maria - Todos os direitos reservados
É autorizada a divulgação de matérias desde que seja informada a fonte.
http://www.rainhamaria.com.br

PluGzOne