Apostasia na Igreja e no Mundo

Sinal dos Tempos: Padre estreia como árbitro de futebol em São Paulo

31.01.2013 -  Imagine uma cena clássica do futebol. Jogadores dos dois times discutindo a marcação da arbitragem. A bola parada, esperando ser chutada. A torcida fervendo na arquibancada, quase invadindo o gramado. Tenso? Agora coloque um padre no meio dessa confusão. Sim, um padre. E na função de árbitro.

Em São Paulo, o religioso Ramires Henrique de Andrade pode se deparar com os desafios da mais patrulhada função dos gramados. Ele acaba de se formar juiz de futebol e fará sua estreia na temporada 2013.

Sacerdote responsável pela Paróquia de São José, no bairro do Ipiranga, capital do Estado, padre Ramires se formou no curso de preparação da FPF (Federação Paulista de Futebol) no fim do ano passado. A partir de fevereiro, ele deve aparecer em escalas de partidas de divisões menores, no princípio de trajetória convencional de um árbitro iniciante. O novato diz estar pronto para o lado mais bruto do futebol, inclusive para os diálogos mais ríspidos.

"Como padre, ouço muitas histórias, no sacramento e no contato com a comunidade. Coisas boas e coisas difíceis da realidade das pessoas. Claro que no campo de futebol, na relação com o jogador e com a torcida, você precisa ter uma outra disposição interior. Você tem que ter uma frieza, um equilíbrio para se adaptar a essas situações", afirma o novo árbitro de 31 anos.

Padre Ramires viu nascer a paixão pela arbitragem quase paralelamente ao despertar da vocação religiosa. Pouco antes de ingressar no seminário, o adolescente fã de futebol já apitava partidas amadoras em sua cidade, Tocos do Moji, no sul de Minas Gerais.

"Sempre faltava quem iria apitar. Talvez por esse espírito de liderança, por gostar muito de futebol e por assistir a muitos jogos, eu tinha já uma boa noção. Lembro até do meu primeiro apito, de quando eu consegui ele. Lembro que os cartões eu confeccionava em casa mesmo, o amarelo e o vermelho. São ocasiões muito agradáveis", diz o padre, que encarou preparação de um ano e meio, passando por três testes teóricos e outros três práticos.

A expectativa de padre Ramires é dar os primeiros passos na arbitragem paulista nas categorias sub-11 e sub-13. Mas o horizonte do religioso é comum a qualquer iniciante no apito e aponta no futuro para os palcos mais importantes, com o desejo de mediar grandes clássicos.

Fonte: UOL noticias

===============================================

Nota de www.rainhamaria.com.br

Vamos lembrar  parte de um artigo do Padre Mateus Maria FMDJ  (grifos meus, Dilson Kutscher)

Acredito que o princípio de tudo é a queda dos valores e a grande distorção da figura do sacerdote e de suas funções.

O padre é padre para celebrar e presidir os sacramentos, para dar o perdão de Deus, a Eucaristia, o Batismo, para estar a disposição do povo, o padre não é um artista, não é um cantor (ou mesmo árbitro de futebol), é um ungido para uma missão mais sublime, para salvar almas, para ser um outro Cristo, e não para encher o bolso de dinheiro, o padre é padre para fazer o papel do padre! Mas em nome do “devemos criar meios para evangelizar”, se perde a verdadeira vocação, feita de oração “joelhos no chão”, e assim o padre perde a sua identidade de padre!

Diz na Homilia do valoroso e saudoso Papa João Paulo II, em 06/02/1981:

“De todos os lados espalharam-se idéias que contradizem a verdade que foi revelada e sempre ensinada. Verdadeiras heresias foram divulgadas nos domínios do dogma e da moral, suscitando dúvidas, confusão, rebelião. A PRÓPRIA LITURGIA FOI VIOLADA. Mergulhados num “relativismo” intelectual e moral, os cristãos são tentados por um iluminismo vagamente moralista, por um cristianismo sociológico, sem dogma definido e sem moralidade objetiva.”

Nas aparições em Fátima, 1917, Nossa Senhora antecipou:

“Virão modas que ofenderão muito a Deus... O Céu não tem modas, o mundo as tem todas...”

 

Leia também...

Padre diz que sua profissão não o impede de frequentar barzinhos e passar tarde na praia ...

Sinal dos Tempos: Igreja católica britânica utiliza games nas missas de domingo

Sinal dos Tempos: Padre abençoa fiéis pelo Facebook em Nova Petrópolis, no RS

Sinal dos Tempos: Padre troca Bíblia de papel por iPad em missas em Maceió

Sinal dos Tempos: Nova Evangelização? Dançando com os Padres

Porto Alegre: Total Desrespeito a DEUS, onde está a Cruz e o Sacrário?

Sinal dos Tempos: Na Missa, oração dos fiéis realizada pelo Coelhinho da Páscoa

 

Temos 72 Online

Segunda Vinda
de Jesus