Halloween, dia das bruxas, uma mera diversão? Padre Aldo Buonaiuto, exorcista italiano, diz: Por trás das brincadeiras, a obra do diabo


31.10.2016 - Hora desta Atualização - 09h15

Nota de www.rainhamaria.com.br

Artigo publicado no site em 30.10.2015

=======================================

Padre Aldo Buonaiuto: Por trás das brincadeiras, a obra do diabo.

n/d

n/d

Das brincadeiras do Halloween para o ocultismo há só um pequeno passo, afirma o pe. Aldo Buonaiuto, da Comunidade Papa João XXIII. Ele é exorcista e coordenador de um serviço de ajuda a vítimas do ocultismo. Todo mês de outubro, a linha 0800 desse serviço toca sem parar.

Este é um relato de poucos dias atrás:

“Ligou uma mãe desesperada, que tinha descoberto as mentiras do filho, um rapaz excelente, sincero, que, de repente, mudou de círculo de amizades. Ela descobriu que o rapaz tinha profanado um cemitério… Eu falei com o rapaz. Por que você fez isso? E a primeira palavra foi Halloween. Chorando, ele me falou da forte persuasão dos novos amigos. No começo parecia tudo uma brincadeira, um jogo. Depois, ele descobriu que eles estavam agindo a sério; que todos eles acreditavam mesmo naquilo que estavam fazendo. E ele não conseguia se livrar deles”. O episódio quase banal revela como é fácil entrar nesses circuitos. Mas, “especialmente para um jovem, não é fácil sair deles, por vergonha, medo e tantas dinâmicas típicas dessa idade”.

O Pe. Aldo Buonaiuto acaba de lançar, na Itália, o livro “Halloween: Lo scherzetto del diavolo” (A brincadeira do diabo – título livremente traduzido; a obra ainda não está disponível em português), que examina aspectos históricos e sociológicos desse fenômeno dito cultural.

Segundo ele, a famosa frase “doçura ou travessura?” vem de outra: “oferenda ou maldição?”, de origens celtas e usada em sacrifícios ao deus da morte, Samhain, para propiciar um bom inverno. Embora este significado mais recôndito fique escondido sob a pátina comercial, “o Halloween continua sendo a festa mais importante dos satanistas, envolvendo ocultismo, esoterismo, magia, bruxaria”.

n/d

Por trás das máscaras, o pe. Aldo vê “a obra insidiosa do diabo, uma rasteira indireta para derrubar suas vítimas”. A mídia faz o resto: “As crianças de hoje nem sabem que existe a festa de Todos os Santos, mas sabem, porque isso é incutido até nas escolas, que existe o Dia das Bruxas – ou Halloween”.

E quanto à memória dos falecidos?

“Sequer é comparável. O Halloween exalta o espiritismo, o mundo invisível ligado às forças demoníacas. O Dia de Finados está ligado à crença na vida eterna, na ressurreição do corpo. As religiões têm respeito pelos mortos. O Halloween não tem. Ele ultraja os mortos”.

“Não se pode banalizar este fenômeno. Para muita gente, é só um momento de diversão, mas, para os satanistas, a participação indireta também conta: quem se fantasia está de certa forma exaltando o reino do mal. Que pai quer ver seu filho de rosto desfigurado, sem os olhos, gotejando sangue?

n/d

Qual é a diversão nisso? O que se esconde de verdade por trás desse fenômeno que leva a considerar esse tipo de coisa como normal?”.

n/d

O exorcista está convicto:

“A nossa sociedade não precisa de Halloween, de monstruosidade, de imagens agressivas e violentas do macabro e do horror. Esta sociedade não precisa das trevas.

n/d

Nossos filhos precisam da luz. Por que não oferecemos a eles a festa dos santos? Esta é que é uma beleza! É um grande desafio numa sociedade que se devota às coisas ruins para torná-las normais”.

Daí o convite: preparar festas temáticas sobre as vidas dos santos. E um apelo aos sacerdotes, professores e catequistas:

“Tenham a coragem de testemunhar a fé desses grandes heróis, os santos e beatos, que têm muito a transmitir para esta sociedade. Abram as portas das paróquias não para abóboras vazias, mas para festas belas! O Dia de Todos os Santos é uma grande oportunidade para sermos quem somos: filhos da luz!”. Fonte: http://pt.aleteia.org

============================

Nota de www.rainhamaria.com.br

Texto escrito e publicado em outubro de 2001

Por Dilson Kutscher

Muitos dirâo: "Ora, deixem as crianças brincar se vestindo de bruxas, monstros, esqueletos, duendes, vampiros, diabinhos e etc... Que mal pode haver em usar fantasias assim ?"

n/d

Eu, só posso dizer, que existem tantas brincadeiras e festas para se realizar, então fico me perguntando; porque muitos querem  as nossas crianças parecidas com o inimigo de Deus, vestidas como diabinhos?

Ah, já sei, é que ficar se vestindo de anjinho com harpinha talvez seja muito careta e além disso não está na moda. Agora, a moda que rege o mundo, é a nova era, o esoterismo e a bruxaria. Ah sim, eu  havia  me esquecido, os nossos filhos e as nossas crianças tem que estar sempre na moda e na "onda" do mundo moderno, todas estás coisas misteriosas e sinistras são a moda do momento.

Nas aparições em Fátima, 1917, Nossa Senhora antecipou:

“Virão modas que ofenderão muito a Deus... O Céu não tem modas, o mundo as tem todas...”

Digamos ironicamente, que Satanás agora, é adorado como um deus em muitos países do mundo, pois a maioria de seus jovens habitantes cansaram de acreditar neste Deus, que não aceita as coisas profanas se misturarem com as Sagradas. Então muitos jovens dizem: "Não quero mais aceitar este Deus careta e ultrapassado, prefiro os outros deuses que me permitem realizar tudo que quero, chega desse papo de condenação, de inferno, isso é coisa de beatos e fanáticos, eu vou curtir a vida do meu jeito!"

Também já vi jovens dizendo o seguinte: "Ah, se o Céu só tem anjinho e calmaria, prefiro então muito mais o inferno, lá deve ter altas agitações, além do mais o diabo não é tão ruim assim como dizem!"
Ou: "Diabo? Que Diabo nada! Isto é pura invenção, conversa fiada!"

Vocês sabem irmãos porque muitos jovens pensam assim? Porque a sociedade moderna os moldou assim, pois desde crianças viram as coisas profanas sendo tratadas como algo perfeitamente normal na sociedade e, para muitos deles a palavra Sagrado é coisa de gente beata e crente. Isto tudo que resumi acima, serve para dizer, que está hipócrita sociedade, que vive muito mais de aparências, as festas realizadas para destacar o Dia das Bruxas no mundo, estão ganhando cada vez mais espaço, não seria de se admirar que muito em breve se perguntarem à uma criança o que ela gostaria de ser quando crescer, ela respondesse que queria ser uma bruxa ou um bruxo.

Na realidade, o mundo nem precisaria comemorar este tal de Dia das Bruxas, pois da forma que tem aumentado o surgimento de tantas seitas relacionadas com bruxas, duendes, satanismo e etc...
O mundo vive o Dia das Bruxas todos os dias, ou seria o Dia dos Mortos Vivos? (mortos de coração, de espírito) Porque devemos misturar a pureza do coração de cada criança, com demônios, bruxas e monstros?

Será que já não basta tantas impurezas que elas aprendem desde muito pequenas, agora querem mais e mais, devemos fazer festas para bruxas, demônios e criaturas das trevas.

Nós somos da Luz, e não das trevas, procuramos pois, o que é agradável à Deus !

Diz na Sagrada Escritura:

"Portanto não vos comprometais com eles; pois outrora éreis trevas, mas agora sois luz no Senhor; andai como filhos da luz (pois o fruto da luz está em toda a bondade, e justiça e verdade), procurai o que é agradável ao Senhor." (Ef 5, 7-10)

"E o julgamento é este: A luz veio ao mundo, e os homens amaram antes as trevas que a luz, porque as suas obras eram más." (São João 3, 19)

"Mas vós, irmãos, não estais em trevas, para que aquele dia, como ladrão, vos surpreenda; porque todos vós sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite nem das trevas; não durmamos, pois, como os demais, antes vigiemos e sejamos sóbrios. Porque os que dormem, dormem de noite, e os que se embriagam, embriagam-se de noite; mas nós, porque somos do dia, sejamos sóbrios, vestindo-nos da couraça da fé e do amor, e tendo por capacete a esperança da salvação." (I Ts 5, 4-8)

 

Veja também...

Halloween: O problema não está nas fantasias, brincadeiras ou doces, mas em glorificar o mal

 


Rainha Maria - Todos os direitos reservados
É autorizada a divulgação de matérias desde que seja informada a fonte.
http://www.rainhamaria.com.br

PluGzOne