Infestação de pernilongos tira o sono dos paulistas: Moradores de São Paulo são categóricos, dizem que nunca viram nada igual. Os fabricantes de telas contra insetos, aquelas instaladas nas janelas, garantem que jamais trabalharam tanto


11.01.2017 -

n/d

Não tem como saber estatisticamente se há mais mosquitos em São Paulo do que em outros anos, mas a sensação é de que a capital foi invadida por pernilongos neste verão.

Os moradores da zona oeste são categóricos: dizem que nunca viram nada igual. Os fabricantes de telas contra insetos - aquelas instaladas nas janelas - garantem que jamais trabalharam tanto.

n/d

O cientista político e sociólogo Bolívar Lamonier admitiu que em casa, no Alto de Pinheiros, tem matado centenas de insetos diariamente e que o espanto com a colônia é geral em vários bairros. Do Sumaré à Consolação.

Até postou fotos das "caçadas" nas redes sociais. E virou viral.

Nos mercados e farmácias da região faltam repelentes e inseticidas. E mesmo quem está "armado" com os venenos, assegura que pouco tem funcionado pulverizar a casa e o corpo.

n/d

O mosquito - pernilongo ou Aedes aegypti continua “zanzando” dentro de casa, picando e provocando medo - especialmente em grávidas receosas pelo ao zika vírus.

O biólogo e pesquisador do Instituto de Ciências Biomédicas da USP, André Luis da Costa da Silva, justificou a audácia com o poder de mutação do inseto. Fonte: http://jovempan.uol.com.br

Não tem como saber estatisticamente se há mais mosquitos em São Paulo do que em outros anos, mas a sensação é de que a capital foi invadida por pernilongos neste verão.

 

Nota de www.rainhamaria.com.br

Diz na Sagrada Escritura:

"Levantar-se-á nação contra nação, reino contra reino, e haverá fome, peste e grandes desgraças em diversos lugares". (São Mateus 24, 7)

"Se não cuidares de observar todas as palavras desta lei, consignada neste livro, em sinal de reverência pelo nome glorioso e temível de Javé, teu Deus, o Senhor te ferirá, bem como a tua posteridade, com pragas extraordinárias, pragas grandes e permanentes, doenças perniciosas e pertinazes. Fará voltar contra ti todas as enfermidades do Egito que temias, e elas pegarão em ti. Além disso, o Senhor enviará contra ti, até que sejas exterminado, toda sorte de enfermidades e pragas, que não estão escritas no livro desta lei. Vós, que éreis numerosos como as estrelas do céu, sereis reduzidos a um punhado de homens, porque tu não obedeceste à voz do Senhor, teu Deus". (Deuteronômio 28, 58-62)

"E vi aparecer um cavalo esverdeado. Seu cavaleiro tinha por nome Morte; e a região dos mortos o seguia. Foi-lhe dado poder sobre a quarta parte da terra, para matar pela espada, pela fome, pela peste e pelas feras". (Apocalipse 6, 8)

"Ouvi outra voz do céu que dizia: Meu povo, sai de seu meio para que não participes de seus pecados e não tenhas parte nas suas pragas, porque seus pecados se acumularam até o céu, e Deus se lembrou das suas injustiças. Por isso, num só dia virão sobre ela as pragas: morte, pranto, fome. Ela será consumida pelo fogo, porque forte é o Senhor Deus que a condenou". (Apocalipse 18, 4, 5 e 8)

"Porque estes serão dias de castigo, para que se cumpra tudo o que está escrito". (São Lucas 21, 22)

 

Veja também...

Haverá Pestes: 2016 já teve mais de 1,9 milhão de casos de dengue, chikungunya e zika

Virologistas brasileiros: Mosquitos já transmitem 37 vírus capazes de provocar doenças em humanos no Brasil

Haverá Pestes: O que é o Mayaro, vírus que pode estar se espalhando pelo continente e preocupa cientistas

Haverá Pestes: Brasil está sentado em bomba-relógio, diz especialista sobre febre amarela

 


Rainha Maria - Todos os direitos reservados
É autorizada a divulgação de matérias desde que seja informada a fonte.
http://www.rainhamaria.com.br

PluGzOne