Na Câmara de Araraquara SP, vereadora que se diz católica, recusa-se a ler a Biblia no início das sessões, alegando preferir que algum vereador fique possuído por entidade de umbanda


08.02.2017 -

n/d

===============================================

Thainara Faria (PT) é católica mas não vai ler o livro no início das sessões. Regimento interno determina que parlamentares leiam trechos do livro.

Na primeira sessão ordinária do ano na Câmara Municipal de Araraquara (SP), a vereadora Thainara Faria (PT) causou polêmica ao justificar aos demais vereadores por que não participará do “rodízio” para ler um trecho da Bíblia, como determina o regimento interno da casa na abertura dos trabalhos parlamentares.

n/d

“E se ao invés de chamarmos o vereador para ler um trecho da Bíblia, a gente chamasse um vereador para vir aqui e encarnar um caboclo e falar a palavra de outras religiões?”, questionou

Segundo o regimento interno da Câmara, a leitura da Bíblia deve ser feita pelos parlamentares em todas as sessões, obedecendo à sequência da ordem alfabética.

Caso algum não queira participar do rodízio, deve solicitar a retirada de seu nome da lista elaborada para este fim.

Estudante de direito, Thainara tem 22 anos, é a mulher mais jovem e a primeira negra a ocupar uma cadeira na Câmara de Araraquara.

Em seu primeiro discurso, ela afirmou que o Brasil é um Estado Laico e, por isso, as entidades governamentais têm que ser neutras em relação às religiões.

“Sou católica praticante, mas não posso doutrinar minha religião aos outros, isso é um erro. Meus princípios e o princípio religioso que sigo têm que ser para ‘Thainara Faria’ pessoa. A vereadora tem que representar o povo. Eu não posso colocar meus interesses particulares e pessoais de religião no ambiente político, isso é um erro”, justificou.

Thainara ainda sugeriu aos outros 17 vereadores a ampliação do leque espiritual, contemplando a leitura de outros livros sagrados, como o evangelho kardecista, o alcorão e até mesmo textos sobre o ateísmo.

O artigo 148, que define a leitura da Bíblia nas sessões, foi instituído em 21 de julho de 2006 no regimento interno da casa.

n/d

O presidente da Câmara, Jeferson Yashuda (PSDB), afirmou que o documento garante a livre opinião do vereador, além de garantir o direito de o mesmo se recusar a ler o trecho do livro sagrado.

“Foi passada uma lista para todos os vereadores e eles assinalaram que desejariam, por ordem alfabética, ler um trecho da Bíblia. A vereadora Thainara fez a opção contraria, mas isso é uma coisa interna. Na verdade, muitas vezes ninguém perceberia que ela não estaria fazendo, porém ela quis manifestar sua opinião e nós respeitamos a opinião dela”, disse.

Segundo o Yashuda, que está no segundo mandato, esta é a primeira vez que alguém se posiciona contra a leitura nos últimos oito anos. “A posição da vereadora é legítima, previsto no regimento. Agora a manifestação dela que causou surpresa, causou essa repercussão toda”. Fonte: G1

============================

Nota de www.rainhamaria.com.br

Por Dilson Kutscher

Declarou o Santo João Paulo II, em Fides et Ratio, n. 22

"Os pensamentos dos homens se tornaram vãos, tortuosos e falsos: Agora a capacidade humana de conhecer a verdade aparece ofuscada pela aversão contra Aquele que é fonte e origem da verdade. O próprio apóstolo São Paulo nos revela como, por causa do pecado, os pensamentos dos homens se tornaram vãos, tortuosos e falsos" (cf. Rom 1, 21-22).

A Sagrada Escritura esclarece, porque alguém que se declara cristã/católico, renega publicamente a leitura da Palavra de Deus. (e assim renega a Deus)

"Porque, conhecendo a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças. Pelo contrário, extraviaram-se em seus vãos pensamentos, e se lhes obscureceu o coração insensato. Trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram à criatura em vez do Criador, que é bendito pelos séculos. Amém!" (Romanos 1, 21 e 25)

"Proclamam que conhecem a Deus, mas na prática o renegam, detestáveis que são, rebeldes e incapazes de qualquer boa obra". (Tito 1, 16)

n/d

No catolicismo "self-service", deixamos de adorar ao Deus Pai, Filho e Espírito Santo, e criamos um deus moldado aos nossos caprichos pessoais, aos nossos gostos. Adoramos as modas e novidades mundanas e aos homens, assim  servimos a criatura e não mais ao Criador.

"Trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram à criatura em vez do Criador, que é bendito pelos séculos. Amém!" (Romanos 1, 25)

"É, porventura, o favor dos homens que eu procuro, ou o de Deus? Por acaso tenho interesse em agradar aos homens? Se quisesse ainda agradar aos homens, não seria servo de Cristo". (Gálatas 1,10)

Os verdadeiros e tradicionais católicos, fiéis aos ensinamentos da Igreja, no campo da doutrina, da moral e dos costumes,  jamais deixariam de ler a Sagrada Bíblia publicamente.

"Mas, como Deus nos julgou dignos de nos confiar o Evangelho, falamos, não para agradar aos homens, e sim a Deus, que sonda os nossos corações". (I Tessalonicenses 2, 4)

Lembrando que declarou a vereadora, que se diz católica: “E se ao invés de chamarmos o vereador para ler um trecho da Bíblia, a gente chamasse um vereador para vir aqui e encarnar um caboclo e falar a palavra de outras religiões?”

Profetizou a Sagrada Escritura, certamente para o Fim dos Tempos:

"O Espírito diz expressamente que, nos tempos vindouros, alguns hão de apostatar da fé, dando ouvidos a espíritos embusteiros e a doutrinas diabólicas..." (I Timóteo 4, 1)

A maioria dos homens, inspirados pelo demônio, se rebelaram contra DEUS, quem poderá negar isto?

O bem-aventurado Francisco Palau escrevia o jornal El Ermitaño com o objetivo de lutar contra as hostes de Satanás e tudo o que implica a Revolução e a impiedade que se unem para empreender uma ofensiva contra DEUS. A Revolução, ou o “Antro tenebroso”, como ele a denomina significa “todos os poderes da terra coligados com os do inferno em guerra contra DEUS". Esta atividade implica a romper a ordem e atacar os princípios da verdadeira legislação dada por DEUS. (El Ermitaño, 29 de Julho de 1869 p.2)

Diz ainda na Sagrada Escritura:

"Se fordes dóceis e obedientes, provareis os melhores frutos da terra. Se recusardes e vos revoltardes, provareis a espada. É a boca do Senhor que o declara. Por isso eis o que diz o Senhor, Deus dos exércitos, o Poderoso de Israel: Ah! eu tirarei satisfação de meus adversários, e me vingarei de meus inimigos. Voltarei minha mão contra ti, e te purificarei no crisol, e eliminarei de ti todo o chumbo". (Isaias 1, 19-20, 24-25)

"Obceca o coração desse povo, ensurdece-lhe os ouvidos, fecha-lhe os olhos, de modo que não veja nada com seus olhos, não ouça com seus ouvidos, não compreenda nada com seu espírito. E não se cure de novo. Até quando, Senhor disse eu. E ele respondeu: Até que as cidades fiquem devastadas e sem habitantes, as casas, sem gente, e a terra, deserta. Até que o Senhor tenha banido os homens, e seja grande a solidão na terra. Se restar um décimo (da população), ele será lançado ao fogo, como o terebinto e o carvalho, cuja linhagem permanece quando são abatidos". (Isaias 6, 10-13)

 

Veja também...

São Luiz de Montfort: Eis aqui dois partidos que se defrotam todos os dias; o de Jesus Cristo e o do mundo

 


Rainha Maria - Todos os direitos reservados
É autorizada a divulgação de matérias desde que seja informada a fonte.
http://www.rainhamaria.com.br

PluGzOne