Mangueira levou Cristo para desfile de Carnaval misturado aos Orixás do Candomblé. Arquidiocese do Rio de Janeiro vetou a alegoria, mas profanação a imagem de Deus já havia ocorrido no primeiro desfile


05.03.2017 -

A Mangueira decidiu não levar para a Avenida no Desfile das Campeãs, neste sábado, uma das alegorias mais marcantes do carnaval: o tripé “Santo e orixá”, que trazia de um lado a imagem de Jesus Cristo e, de outro, a de Oxalá.

n/d

n/d

A Arquidiocese do Rio de Janeiro externou para a Liga Independente das Escolas de Samba seu incômodo com a imagem, e a entidade sugeriu à Verde e Rosa que ela não fosse levada para a Sapucaí. Por regulamento, cada escola tem o direito de não levar uma alegoria para o Sábado das Campeãs, sem punição.

Integrantes da Arquidiocese visitaram o barracão da Mangueira antes do carnaval, para entender o enredo “Só com a ajuda do santo”. Como o desfile trataria da religiosidade do povo brasileiro, a Igreja fez questão de conhecer o projeto, para saber como seria abordado o tema e de que forma apareceriam as imagens. Mas o tripé não estava entre as alegorias que foram apresentadas.

— Queremos manter o bom convívio com a Igreja. Se eles se sentiram desconfortáveis com isso, é natural que a escola decida não desfilar com ele novamente — diz o presidente da Liesa, Jorge Castanheira.

O elemento alegórico, giratório, trata do sincretismo religioso, trazendo o Senhor do Bonfim, venerado sob a imagem do Nosso Senhor Jesus Cristo em ascensão, e Oxalá, orixá associado à criação do mundo. No desfile, ele veio ladeado pela ala "A lavagem do Bonfim", que venceu o Estandarte de Ouro. A criação é do carnavalesco Leandro Vieira, que renovou ontem seu contrato com a Mangueira para mais um carnaval. Nesta madrugada aconteceu o transporte das alegorias para o Sambódromo, e o tripé ficou no barracão.

— Lamento essa decisão, porque foi uma das imagens mais bonitas do ano. Mas os presidentes da Mangueira e da Liesa chegaram a um acordo, para evitar polêmicas — disse o carnavalesco Leandro Vieira, resignado.

Fonte: Extra  via  Cidade Verde noticias

============================

Nota de www.rainhamaria.com.br

Por Dilson Kutscher

Na noticia acima lemos:

"Integrantes da Arquidiocese visitaram o barracão da Mangueira antes do carnaval, para entender o enredo “Só com a ajuda do santo”. Como o desfile trataria da religiosidade do povo brasileiro, a Igreja fez questão de conhecer o projeto, para saber como seria abordado o tema e de que forma apareceriam as imagens. Mas o tripé não estava entre as alegorias que foram apresentadas".

Primeiramente lembro novamente das sábias palavras do Bispo José Chaves, bispo emérito de Uruaçu GO: "Não se pode aliar Carnaval com Cristianismo. Carnaval não é de Deus. Carnaval é lugar de prostituição, adultérios, infidelidades, pecados e drogas".

"As obras da carne são estas: fornicação, impureza, libertinagem, idolatria, superstição, inimizades, brigas, ciúmes, ódio, ambição, discórdias, partidos, invejas, bebedeiras, orgias e outras coisas semelhantes. Dessas coisas vos previno, como já vos preveni: os que as praticarem não herdarão o Reino de Deus!" (Gálatas 5, 19-21)

Então, vamos falar francamente, como verdadeiros cristãos/católicos: Qualquer Arquidiocese brasileira, seus sacerdotes, bispos e cardeais, deveriam saber realmente, que carnaval e cristianismo, são totalmente incompatíveis.

n/d

Como disse o Padre Rodrigo Maria: "O carnaval promove toda espécie de vícios e pecados e é completamente incompatível com os ensinamentos de Cristo, que veio justamente para nos libertar do pecado e de sua consequência última que é o inferno. O carnaval é o caminho mais curto para a condenação. É o jeitinho brasileiro que o diabo encontrou para levar muitas almas para o inferno. Nessa época, por meio desse evento o demônio faz uma grande colheita sob o olhar cúmplice dos pastores que não vigiam sobre seus rebanhos. Ainda que haja padres ou bispos que “abençoem” sambódromos e por seu incentivo ou omissão, apoiem essa festa imunda, Deus jamais aprovará".

"Vós pretendeis passar por justos perante os homens, mas Deus conhece-vos os corações: porque o que para os homens é estimável, é abominável perante Deus". (São Lucas 16,15)

Muitos vão dizer: "Mas sr. Kutscher, a Arquidiocese do RJ, fez pressão para aquela alegoria não desfilar no desfile das campeãs".

Sim, mas somente depois que a imagem de Deus/Jesus, fosse misturada ao profano, a "deuses estranhos", e a todo ambiente mundano pecaminoso, no primeiro desfile.

Arquidiocese do Rio de Janeiro, vocês como "Pastores do Rebanho", não tem que visitar nenhum barracão de Escola de Samba, para entender enredos desta "festa profana". Muito menos entender um "projeto" que mistura o REI JESUS com "deuses estranhos", isto é "projeto" da velha serpente Satanás para confundir e perder as almas.

Pois...

"Vós sois o sal da terra. Se o sal perde o sabor, com que lhe será restituído o sabor? Para nada mais serve senão para ser lançado fora e calcado pelos homens". (São Mateus 5, 13)

Então...

"Dizei somente: Sim, se é sim; não, se é não. Tudo o que passa além disto vem do Maligno". (São Mateus 5, 37)

A vós eclesiásticos do Rio de Janeiro, assim declara o Santo DEUS de Israel:

"Vós sois minhas testemunhas, diz o Senhor, e meus servos que eu escolhi, a fim de que se reconheça e que me acreditem e que se compreenda que sou eu. Nenhum deus foi formado antes de mim, e não haverá outros depois de mim. Fui eu, sou eu o Senhor, não há outro salvador a não ser eu". (Isaías 43,10-11)

"Se (porém), esquecendo-te do Senhor, teu Deus, seguires outros deuses, rendendo-lhes culto e prostrando-te diante deles, desde hoje vos declaro que perecereis com toda a certeza. Como as nações que o Senhor exterminou diante de vós, assim também perecereis vós, se não ouvirdes a voz do Senhor, vosso Deus". (Deuteronômio 8, 19-20)

n/d

"Não farás aliança nem com eles nem com seus deuses". (Êxodo 23, 32)

"Trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram à criatura em vez do Criador, que é bendito pelos séculos. Amém!" (Romanos 1, 25)

"Entretanto, ninguém poderá acusar (o povo), nem o repreender, mas eu censuro a ti, ó sacerdote. Tu tropeçarás em pleno dia, assim como o profeta durante a noite. Far-te-ei perecer, porque meu povo se perde por falta de conhecimento; por teres rejeitado a instrução, excluir-te-ei de meu sacerdócio; já que esqueceste a lei de teu Deus, também eu me esquecerei dos teus filhos. Quanto mais se multiplicaram, mais pecaram contra mim, transformaram em infâmia o que era a sua glória". (Oséias 4, 4-6)

 

Veja também...

Dom José Chaves, bispo emérito de Uruaçu GO: Nao se pode aliar Carnaval com Cristianismo. Carnaval é lugar de prostituição, adultérios, infidelidades, pecados e drogas. Nossa Senhora em desfile de Escola de Samba é profanação

Sempre lembrando o Padre Rodrigo Maria: O Carnaval é um jeitinho brasileiro que o diabo encontrou para levar muitas almas para o inferno

 


Rainha Maria - Todos os direitos reservados
É autorizada a divulgação de matérias desde que seja informada a fonte.
http://www.rainhamaria.com.br

PluGzOne