A Nova Igreja Moderna e Ecumenista, que agrada aos homens e não mais a Deus: Filhos de casal homossexual são batizados na Catedral Basílica de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, em Curitiba


26.04.2017 - Nota de www.rainhamaria.com.br

Noticia enviada pelo sr. Luiz Cavaliere, e que não causa mais espanto aos católicos, pois está se tornando coisa normal e rotineira.

==================================

Do Jornal Tribuna - Curitiba e Região - Paraná.

Filhos de casal gay são batizados em igreja católica de Curitiba.

Na manhã do domingo (23), o padre Élio Dall’Agnol realizou o batizado de três adolescentes, filhos adotivos do casal Toni Reis e David Harrad. Juntos há 27 anos, eles decidiram propor o batizado católico para os filhos e, no último fim de semana, participaram da cerimônia na Catedral Basílica de Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, em Curitiba.

n/d

n/d

Em entrevista ao E+, o professor Toni Reis contou que o casal foi em quatro igrejas da capital paranaense e só ouvia não, fosse pela religião anglicana de David, fosse pela agenda, fosse por questões burocráticas. Quando falou com o Arcebispo Metropolitano de Curitiba, Dom José Antonio Peruzzo, Reis recebeu um sim imediatamente. O bispo autorizou o batismo e pediu para padre Élio realizar o sacramento de Alyson, de 16 anos, Jéssica, de 14 anos e Filipe, de 12 anos.

“Foi uma cerimônia muito emocionante”, disse Toni, que é uma das lideranças da causa LGBT. Criado sob as concepções da igreja católica, ele disse ter chorado pelo menos três vezes ao se lembrar da mãe, uma mulher muito religiosa. “Na missa o padre falou muito sobre a importância da adoção e de sempre falar a verdade para os filhos”.

A cerimônia de batismo, realizada às 11h do domingo, logo após da missa, durou 1h15. “Como nossos filhos já são adolescentes, o padre caprichou e explicou o porque do batismo. Ele fez muito esforço para que o significado do sacramento fosse entendível para os três”, disse Harrad. Ele estava acostumado com os batizados de recém-nascidos nas igrejas anglicanas da Inglaterra. Compareceram à cerimônia 40 pessoas.

O arquivista da Catedral, Gabriel Forgati, disse à reportagem que a origem da criança e adolescente não infringe o sacramento. Segundo ele, se os filhos de David e Toni procurarem a mesma igreja para darem continuidade nos sacramentos católicos como catequese e crisma, serão recebidos normalmente. “Nem teria porque ser diferente”.

Os cinco membros da família frequentam as missas, juntos, pelo menos todo 1º domingo do mês. Após o batizado, durante o jantar e enquanto tomavam sopa, os pais perguntaram aos adolescentes como se sentiam. Segundo relatou Toni, Alyson se descreveu ‘purificado’. Jéssica, que sempre vai à missa, sentia-se incluída: “agora sou católica, com orgulho”. O caçula, Felipe, afirmou que mais que nunca eram todos irmãos em Cristo.

=============================

Nota de www.rainhamaria.com.br

Por Dilson Kutscher

Vamos lembrar novamente o seguinte:

Francisco declarou: "Quem sou eu para julgar um homossexual" (gay).

A hierarquia da Igreja rejeita (ou rejeitava?) toda e qualquer possibilidade de equiparar o casal homo ao casal heterossexual, e considera o homossexualismo como um "pecado grave", imoral e contrário à lei natural.

Aos católicos modernistas, que desejam uma "igreja moderna", adaptada ao mundo que vivemos. Uma "igreja mundana" que agrada e serve aos homens e não mais a DEUS. Uma igreja que siga aos discursos humanos e não mais a Sagrada Escritura, nem as Leis e Preceitos do ALTÍSSIMO.

"Trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram à criatura em vez do Criador, que é bendito pelos séculos. Amém!" (Romanos 1, 25)

"É, porventura, o favor dos homens que eu procuro, ou o de Deus? Por acaso tenho interesse em agradar aos homens? Se quisesse ainda agradar aos homens, não seria servo de Cristo". (Gálatas 1,10)

Vocês não precisam me enviar emails, porque com certeza haverão outros batizados como este na Igreja. Então, católicos modernistas, sejam padrinhos nestes batizados, visto que se baseiam apenas na criança batizada e não no "pecado grave" que vive o casal homossexual, condenado por DEUS na Sagrada Escritura.

A Verdade e o erro não estão em pé de igualdade. Quando este casal homossexual adotou estes jovens, certamente sabia que a Santa Igreja Católica, não poderia concordar em batizar filhos (mesmo adotivos) de seu modo de vida pecaminoso, que vai contra as Leis e Preceitos de Deus e a Sagrada Escritura.

"Seus sacerdotes violam a minha lei, profanam o meu santuário, tratam indiferentemente o sagrado e o profano e não ensinam a distinguir o que é puro do que é impuro". (Ez 22, 26)

As crianças e jovens, tomam de exemplo, que este modo de vida pecaminoso, que ofende a DEUS, contrário a Palavra do ALTÍSSIMO, pode ser seguido como algo "bom", que tem a "aprovação" do ALTÍSSIMO.

Não...isto não é ter "misericórdia" dos irmãos. Misericórdia seria você falar a VERDADE. Dizer à eles que voltassem ao Caminho do SENHOR. Que se arrependessem de seu estilo de vida que ofende a DEUS.

"Dize-lhes isto: Por minha vida - oráculo do Senhor Javé, não me comprazo com a morte do pecador, mas antes com a sua conversão, de modo que tenha a vida. Convertei-vos! Afastai-vos do mau caminho que seguis; por que haveis de perecer, ó casa de Israel?" (Ezequiel 33, 11)

Um dia, quanto ficarem Diante da Face do Justo Juiz, o DEUS Altíssimo,  terão que prestar contas por sua iniquidade (Tornar normal o que é pecado, reconhecimento de normalidade em uma ação que é uma abominação aos Olhos de DEUS)

"Porque vem o momento em que se começará o julgamento pela casa de Deus. Ora, se ele começa por nós, qual será a sorte daqueles que são infiéis ao Evangelho de Deus?" (I São Pedro 4, 17)

“Não te justifiques perante Deus, pois Ele conhece o fundo dos corações; não pretendas parecer sábio diante do Rei. Não procures tornar-te juiz, se não fores bastante forte para destruir a iniqüidade, para que não aconteça que temas perante um homem poderoso, e te exponhas a pecar contra a eqüidade.” (Eclo. 7, 5-6)

"Nem todo aquele que me diz: Senhor, Senhor, entrará no Reino dos céus, mas sim aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus. Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniqüidade". (São Mateus 7, 21, 23)

"Assim também vós: por fora pareceis justos aos olhos dos homens, mas por dentro estais cheios de hipocrisia e de iniqüidade" (São Mateus 23, 28).

"Acaso não sabeis que os injustos não hão de possuir o Reino de Deus? Não vos enganeis: nem os impuros, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os devassos", (I Coríntios 6, 9)

"Tornei-me, acaso, vosso inimigo, porque vos disse a verdade?" (Gálatas 4, 16)

 


Rainha Maria - Todos os direitos reservados
É autorizada a divulgação de matérias desde que seja informada a fonte.
http://www.rainhamaria.com.br

PluGzOne