Católicos mexicanos protestam contra escultura misturando Nossa Senhora de Guadalupe, com deusa asteca da morte, vista como figura que consome e destrói tudo, que foi colocada no meio de uma grande via pública, na cidade de Guadalajara


07.09.2017 -

Milhares de católicos mexicanos estão protestando contra a construção de uma escultura na cidade de Guadalajara, em Jalisco, no México que combina a imagem de Nossa Senhora de Guadalupe, com "deusa da morte" asteca.

n/d

A escultura, que foi erguida pelo governo da cidade no meio de uma grande via, é chamada de "Sincretismo", e combina elementos da imagem de Nossa Senhora de Guadalupe, com os da deusa asteca conhecida como "Coatlicue", vista como uma figura que consome e destrói tudo.

A construção da imagem de nove metros de altura provocou protestos públicos maciços em milhares de católicos, que a denunciam por confundir o símbolo cristão mais importante do país, com a própria religião do sacrifício humano, que ajudou a derrotar a 500 anos atrás.

Um grupo que se chama "O povo de Guadalupe" ( Pueblo Guadalupano ) realizou um protesto perto da escultura no dia 27 de agosto que atraiu cerca de 1.500 pessoas, de acordo com as autoridades da cidade.

Cartazes também foram pendurados em locais diferentes da cidade, perguntando: "Como é que você não entende que esta é a nossa Mãe mais sagrada?"

n/d

Você é o inquisidor que ignora a voz da maioria! Com os hashtags: "Compreenda que nos ofende" (#NosOfendeEntiende) "Ela é minha mãe "(#EsMiMadre) e "Respeitar as pessoas "(#RespetaAlPueblo).

Os manifestantes reclamam que o público não foi consultado pelo governo da cidade antes que a escultura fosse erguida. Eles estão indignados de que os contribuintes tenham dado 5,2 milhões de pesos, o equivalente a cerca de 290,000 USD, para o trabalho.

Um pedido de petição eletrônica pedindo a retirada da escultura no site ativista CitizenGo conquistou mais de 33 mil assinaturas desde 16 de agosto. O organizador da petição, Emmanuel Torres Renteria, escreve que os católicos consideram uma ofensa grave que, em nome da arte, a imagem de Nossa Senhora de Guadalupe está sendo profanada e a mensagem que, por si só, deu origem a uma nova cultura mestiça, que é o povo mexicano, está sendo distorcida".

"Consideramos este trabalho de sincretismo, que reúne a "deusa asteca da morte" e a Virgem de Guadalupe, como uma provocação contra os católicos, que também foi feita a um custo elevado de mais de cinco milhões de pesos e não podemos permitir", ele adiciona.

Os fiéis católicos realizam as vigílias de oração, nas noites de adoração da Eucaristia, nas paróquias de Guadalajara. Eles oferecem sua adoração em reparação pela ofensa cometida pela comstrução da escultura, de acordo com o jornal La Jornada.

O arcebispo católico de Guadalajara, o cardeal Francisco Robles Ortega, foi criticado por defender o autor do trabalho e por atribuir o ultraje à incapacidade das pessoas simples de entendê-lo.

O cardeal Robles Ortega disse à imprensa que a arquidiocese não solicitará a remoção da escultura, embora ele tenha dito que o governo da cidade deve ouvir as opiniões dos cidadãos que se opõem ao trabalho.

Em uma resposta às declarações do cardeal, um grupo de fiéis que se autodenominou, "Gente Católica Simples", observou que as palavras do prelado, "nos lembram da conduta nefasta do ex-abade da Basílica de Guadalupe, Guillermo Schulemburg, que, em 1996, negou a existência de Juan Diego e, portanto, as aparições de Guadalupe".

"No caso de Robles Ortega, seria de esperar que ele fosse um líder católico para expressar a defesa da fé que ele supostamente professa", afirmou o grupo. "Em vez disso, nós o ouvimos defender o autor do controverso trabalho de Sincretismo", além de dar uma defesa patética, não da fé católica como tal, mas do direito dos simples católicos de expressar seus sentimentos sobre o assunto".

O autor da escultura, Ismael Vargas, afirma ser um católico fiel e diz que o trabalho "é um relato claro e respeitoso do processo histórico que permitiu que a espiritualidade das culturas ameríndias se acorde com a fé cristã". Sua explicação parece ter pouco feito para abordar as preocupações dos católicos mexicanos.

Fonte: www.lifesitenews.com  (artigo traduzido)

===========================

Nota de www.rainhamaria.com.br

Video produzido pelo grupo católico mariano, "O povo de Guadalupe" (Pueblo Guadalupan ), que realizou um protesto perto da escultura no dia 27 de agosto, que atraiu cerca de 1.500 pessoas, de acordo com as autoridades da cidade.

(Atenção: o video pode iniciar sem áudio, basta acioná-lo na barra do video do lado direito)

 

Veja também...

Catedral de Ceuta, na Espanha, acolhe divindade pagã, prestando culto a Ganesh, deus hindu de corpo e cabeça de elefante, que adentrou na Catedral e foi adorado pelos fiéis católicos

Francisco e seus amigos Bispos e Cardeais, que adoram e cultuam a deuses estranhos, prostrando-te diante deles, servindo a mesa de demônios

Era uma vez a Companhia de Jesus: Entre orações em templo budista a padre dançarino hindu

Acredite se quiser: Uma Diocese do Reino Unido diz aos católicos como venerar divindades pagãs (falsos deuses)

Francisco aparece em video junto com Líderes de diversas religiões, para promover uma união maior entre elas. Não há mais necessidade de conversão ao Cristianismo/Catolicismo, todos se salvam, tanto faz suas crenças

 


Rainha Maria - Todos os direitos reservados
É autorizada a divulgação de matérias desde que seja informada a fonte.
http://www.rainhamaria.com.br

PluGzOne