Nem um dia de paz: Sol sofre novo clarão superpotente, atingindo a intensidade máxima da classe X


08.09.2017 -

n/d

No Sol ocorreu um novo clarão forte, atingindo a intensidade máxima da classe X, de acordo com dados do Laboratório de Astronomia de Raios X do Sol, do Instituto Físico Lebedev da Academia de Ciências da Rússia.

n/d

Anteriormente, cientistas do Instituto anunciaram que a Terra foi abalada por uma tempestade magnética de 4 pontos de intensidade (dos 5) — dez vezes mais forte do que previsto. A tempestade é de caráter global. No Canadá, por exemplo, podem ser observadas auroras polares em latitudes altas e médias.

Segundo informações do Laboratório, a série de clarões no Sol começou em 4 de setembro. Primeiro, aconteceram uns clarões da classe M, de 4 a 5 pontos de potência. Depois, 6 de setembro foi o dia do aparecimento do clarão da classe X de 2,2 pontos, e no mesmo dia aconteceu um clarão extremamente forte de intensidade 9,3.

n/d

De acordo com os astrônomos, o acontecido é um resultado lógico das mudanças no Sistema Solar durante os últimos três dias. Durante este período, a interação de dois grandes grupos de manchas solares resultou no acúmulo de energia, que foi liberada em forma de clarão estrondoso. No momento, é difícil prever exatamente as possíveis consequências deste fenômeno natural.

Fonte: br.sputniknews.com

============================

Nota de  www.rainhamaria.com.br

Diz na Sagrada Escritura:

"Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na terra a aflição e a angústia apoderar-se-ão das nações pelo bramido do mar e das ondas". (São Lucas 21, 25)

"Porque estes serão dias de castigo, para que se cumpra tudo o que está escrito. (São Lucas 21, 22)

"O quarto derramou a sua taça sobre o sol, e foi-lhe dado queimar os homens com o fogo.  E os homens foram queimados por grande calor, e amaldiçoaram o nome de Deus, que pode desencadear esses flagelos; e não quiseram arrepender-se e dar-lhe glória". (Apocalipse 16, 8 -9)

 

Veja também...

Sol produziu um dos mais intensos flares solares já observados, que injetou na atmosfera da Terra uma potência equivalente a 10 usinas de Itaipu

 


Rainha Maria - Todos os direitos reservados
É autorizada a divulgação de matérias desde que seja informada a fonte.
http://www.rainhamaria.com.br

PluGzOne