Missionária católica no Oriente Médio há 20 anos, Irmã Guadalupe Rodrigo, sobre os cristãos perseguidos: Podem cortar a minha cabeça, porque eu sou cristão e nunca deixarei de ser


09.11.2017 -

A irmã Guadalupe Rodrigo, freira da ordem do Verbo Encarnado, nasceu na Argentina, mas trabalha como missionária no Oriente Médio há 20 anos. Recentemente ela contou diferentes testemunhos dos horrores que testemunhou em meio à guerra contra os cristãos.

n/d

Falando sobre a perseguição dos muçulmanos, ela afirmou: “Hoje em dia, em pleno século XXI, temos mártires todos os dias, mas, infelizmente, isso não se conhece. É uma riqueza para a Igreja nos nossos tempos. Esses mártires estão irrigando, com seu sangue, a nossa fé e nos dando forças para levarmos nosso trabalho adiante nas outras partes do mundo”.

Segundo Guadalupe, os cristãos da Síria e do Iraque, que vivem há muitos anos o cotidiano de uma guerra, estão sempre “preparados para a morte”. Ela conta que os jovens de Alepo, na Síria, quando são presos dizem: “Podem cortar a minha cabeça, porque eu sou cristão e nunca deixarei de ser”.

Eles acabam sendo mortos na maioria das vezes. A freira diz que testemunhou muitas execuções. “Uma mulher foi amarrada em uma praça para que todos que passassem pudessem golpeá-la. Ela iria apanhar das pessoas até que pedisse para ser muçulmana. Ela não pediu, e assim morreu. Essa é uma das coisas mais suaves que se pode contar!”, lembra.

Sabidamente, muitos cristãos que vivem nas regiões dominadas até recentemente pelo Estado Islâmico, foram crucificados, decapitados. Nem mulheres nem crianças vinham sendo poupadas. “Vocês acham que esses cristãos morrem gritando de medo, insultando? Não! Eles morrem como os mártires: sorrindo, cantando e perdoando”, testemunha Guadalupe.

“Um dia perguntei a ele: “Você compreende que, por ser cristão, pode morrer a qualquer momento?” Ele me respondeu: “Sim, Claro!”. Então perguntei: “Você está disposto a morrer por ser cristão?”. Ele me respondeu: “Irmã, temos que sofrer. Veja Jesus Cristo na cruz, quanto Ele sofreu por nós! Não estaríamos nós dispostos a sofrer também por Ele?””, narra a freira.

Ela diz ainda que grupos terroristas costumam pintar uma letra “N” na casa dos cristãos, para marcar onde vivem os “nasrani” (nazareno, em árabe). É quase uma sentença de morte. “Para os terroristas, esse é um sinal de maldição; para os cristãos, é o sinal dos nossos mártires, um símbolo dos cristãos perseguidos”, destaca a freira.

A missionária chama atenção para algo que não pode ser ignorado: “Antes da guerra, antes da perseguição, os cristãos estavam entretidos com as coisas do mundo, e esqueceram-se de coisas muito importantes. Agora, eles se dão conta de que a vida é curta e que a morte pode chegar a qualquer um, e o mais importante vem depois da morte”.

Finalizou seu relato, dizendo: “Hoje eles têm os olhos voltados para o céu, decidiram colocar a felicidade deles no céu, um lugar que ninguém pode tirar deles. É por isso que vivem essa alegria e liberdade, porque compreenderam que nem a guerra nem a perseguição podem tirar deles a vida eterna… Os cristãos do Oriente Médio nos ensinam a viver a perseguição. Se vivermos como eles, encontraremos a verdadeira alegria e liberdade”. Fonte:  Canção Nova  via  Gospel Prime

======================================

Irmã Gadalupe: Algumas verdades sobre a Síria

 

Nota de www.rainhamaria.com.br

Diz na Sagrada Escritura:

"Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação? A angústia? A perseguição? A fome? A nudez? O perigo? A espada?" (Romanos 8, 35)

"Quando o Cordeiro abriu o quinto selo, vi debaixo do altar as vidas daqueles que tinham sido imolados por causa da Palavra de Deus e por causa do testemunho que dela tinham dado. Eles gritaram em alta voz: «Senhor santo e verdadeiro, até quando tardarás em fazer justiça, vingando o nosso sangue contra os habitantes da Terra?

Então foi dada a cada um deles uma veste branca...

n/d

Também lhes foi dito que descansassem ainda algum tempo, até que ficasse completo o número dos seus companheiros e irmãos que iriam ser mortos como eles". (Apocalipse 6, 9 -11)

"Proclamai isto entre as nações: Declarai a guerra! Chamai os valentes! Aproximem-se, subam todos os guerreiros! Os vossos arados, transformai-os em espadas, e as vossas foices, em lanças! Mesmo o enfermo diga: Eu sou guerreiro! Depressa, nações! Vinde todas: reuni-vos de toda parte! Ó Senhor, fazei descer ali os vossos valentes! De pé, nações! Subi ao vale de Josafá, porque é ali que vou sentar-me para julgar todos os povos ao redor! Metei a foice, a messe está madura; vinde pisar, o lagar está cheio; as cubas transbordam - porque é imensa a maldade dos povos! Que multidão, que multidão no vale do julgamento, porque chegou o dia do Senhor (no vale do julgamento)! O sol e a lua se obscurecem, as estrelas empalidecem. O Senhor rugirá de Sião, trovejará de Jerusalém; os céus e a terra serão abalados. Mas o Senhor será um refúgio para o seu povo, uma fortaleza para os israelitas. Sabereis então que eu sou o Senhor, vosso Deus, que habita em Sião, minha montanha santa. Jerusalém será um lugar sagrado onde os estrangeiros não tornarão mais a passar" (Joel 4, 9-17).

 

Veja também...

Embaixadora da Siria revela: A Elite Mundial, os Poderosos, querem dominar o mundo, destruindo paises e acabando com seus povos

Que passa realmente na Síria? O plano é dividir o Oriente Médio e esvaziá-lo de cristãos

Fim dos Tempos: Na Siria, cristãos são mortos enquanto oravam o Pai Nosso. Cristã morreu sorrindo e a última palavra saída de sua boca foi, Jesus

Sinal dos Tempos: Cristãos sírios estão dispostos a que suas cabeças sejam cortadas por Cristo

 


Rainha Maria - Todos os direitos reservados
É autorizada a divulgação de matérias desde que seja informada a fonte.
http://www.rainhamaria.com.br

PluGzOne