A Ajuda do Padre: Foto do ano 1963, tirada na Venezuela, continua atual 55 anos depois


11.11.2017 -

O Prêmio Pulitzer é concedido a pessoas que, a critério dos seus organizadores, realizaram trabalhos de excelência nas áreas do jornalismo, da literatura e da composição musical. Administrado pela Universidade de Colúmbia, em Nova Iorque, o prêmio foi criado em 1917 por desejo de Joseph Pulitzer, um dos benfeitores da instituição de ensino. Os indicados ao prêmio são escolhidos por uma banca independente e os vencedores são anunciados em abril de cada ano.

A premiação tem 21 categorias, uma das quais é “Fotografia Especial“. Foi nessa categoria que o venezuelano Héctor Rondón Lovera levou o Prêmio Pulitzer de 1963 pela imagem intitulada “A ajuda do padre”, distribuída pela Associated Press.

n/d

A foto mostra um soldado ferido sendo amparado por um sacerdote na sublevação ocorrida contra o governo da Venezuela em 1962. O sacerdote é o pe. Luis Maria Padilla. A cena foi fotografada em Puerto Cabello, durante um tiroteio.

Capelão da base naval, o padre arriscou a vida para dar os últimos sacramentos aos feridos em combate.

n/d

É interessante e triste observar que, 55 anos depois desse episódio, as ruas da Venezuela voltaram a ser cenário frequente de tiros e mortes, vitimando soldados, civis e religiosos por culpa de governos insensíveis à população, sejam da ideologia que forem. Visto em: Aleteia

 

Veja também...

Padre Santiago Martin, relata e ilustra com trechos de filmagens a espantosa violência do regime chavista de Maduro contra a população esfomeada da Venezuela

O resultado do paraíso socialista apoiado por Francisco em seus discursos: Mulheres venezuelanas se voltam para a prostituição para pagar comida. Entre elas, estão professoras, médicas e engenheiras, para conseguirem sustentar sua família

 


Rainha Maria - Todos os direitos reservados
É autorizada a divulgação de matérias desde que seja informada a fonte.
http://www.rainhamaria.com.br

PluGzOne