Ateu, primeiro-ministro da Espanha assume em cerimônia sem Bíblia e Crucifixo. É a primeira vez que isso ocorre na história da democracia da Espanha, um país de forte tradição católica. Ele promete acabar com a obrigatoriedade do ensino religioso


02.06.2018 -

O socialista Pedro Sánchez (foto) assumiu no dia 2 de junho de 2018 a presidência do governo da Espanha em cerimônia em que não houve juramento com a mão sobre a Bíblia e nem crucifixo no local ou qualquer outro símbolo religioso.

n/d

É a primeira vez que isso ocorre na história da democracia da Espanha, um país de forte tradição católica.

Uma das promessas de governo do Sánchez é instituir um verdadeiro Estado laico, retirando da Constituição, por exemplo, que deve haver cooperação com “a Igreja Católica e as demais confissões”.

Entre outras medidas, o novo primeiro-ministro pretende acabar com a obrigatoriedade do ensino de religião nas escolas públicas.

É preciso saber, agora, se Sánchez terá apoio político para governar, mas ainda assim é  a posse de um ateu no poder é um grande avanço na Espanha, país que foi berço da Santa Inquisição.

Com informação das agências via Blog Paulo Lopes

============================

Nota de www.rainhamaria.com.br

O bem-aventurado Francisco Palau escrevia o jornal El Ermitaño com o objetivo de lutar contra as hostes de Satanás e tudo o que implica a Revolução e a impiedade que se unem para empreender uma ofensiva contra DEUS. A Revolução, ou o “Antro tenebroso”, como ele a denomina significa “todos os poderes da terra coligados com os do inferno em guerra contra DEUS". Esta atividade implica a romper a ordem e atacar os princípios da verdadeira legislação dada por DEUS. (El Ermitaño, 29 de Julho de 1869 p.2)

Diz na Sagrada Escritura:

"Pois como o relâmpago, reluzindo numa extremidade do céu, brilha até a outra, assim será com o Filho do Homem no seu dia. É necessário, porém, que primeiro ele sofra muito e seja rejeitado por esta geração. Como ocorreu nos dias de Noé, acontecerá do mesmo modo nos dias do Filho do Homem. Comiam e bebiam, casavam-se e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca. Veio o dilúvio e matou a todos. Também do mesmo modo como aconteceu nos dias de Lot. Os homens festejavam, compravam e vendiam, plantavam e edificavam. No dia em que Lot saiu de Sodoma, choveu fogo e enxofre do céu, que exterminou todos eles. Assim será no dia em que se manifestar o Filho do Homem" (Lucas 17, 24-30).

 

Veja também...

Espanha: Andaluzia aprova lei LGBT que impõe o ensino da ideologia de gênero nas escolas, inclusive católicas

 


Rainha Maria - Todos os direitos reservados
É autorizada a divulgação de matérias desde que seja informada a fonte.
http://www.rainhamaria.com.br

PluGzOne