Concílio de Trento confirma: Sete Bispos alemães que promovem a intercomunhão com protestantes, estão excomungados


09.07.2018 -

n/d

Ao introduzir a comunhão aos protestantes, sete bispos alemães abandonaram a fé. Eles perderam sua autoridade episcopal. Os católicos não podem mais obedecê-los. 

As piores previsões tornaram-se realidade na Alemanha: a Santa Comunhão é oferecida a todos. Os bispos alemães que promovem a intercomunhão justificam-se afirmando que "somente a fé" é suficiente para receber a Sagrada Comunhão. Mas esta visão é condenada pelo Concílio de Trento (1545-1563): "Se alguém diz que a fé por si só é uma preparação suficiente para a receber o sacramento da Eucaristia, seja anátema"(ou excomungado).- Concílio de Trento, Sessão XIII, Canon XI.

Ao contrário do Concílio Vaticano II, que era apenas um "conselho pastoral", o Concílio de Trento é um Concílio com autoridade dogmática infalível. Portanto, os bispos introdutórios da intercomunhão são evidentemente hereges e apóstatas.

Visto em: religionlavozlibre.blogspot.com

 

Veja também...

Permitindo o "erro": Bispo da Alemanha convida todos os cônjuges protestantes a receber a Eucarista

Cardeal Arinze declara: Não podemos compartilhar comunhão com não-católicos como cerveja ou bolo. Os protestantes que desejam receber a comunhão católica devem se tornar católicos

Padre Lucas Prado: Comunhão para os adúlteros, homossexuais e protestantes. A Sagrada Eucaristia, que Cristo instituiu para nos dar a vida eterna, tornou-se para muitos um instrumento de sua condenação

Cinco anos depois do Pontificado de Francisco: A iniquidade dos inimigos de Cristo contra a Eucaristia (os lobos em pele de cordeiro dentro da Igreja)

 


Rainha Maria - Todos os direitos reservados
É autorizada a divulgação de matérias desde que seja informada a fonte.
http://www.rainhamaria.com.br

PluGzOne