Casal homossexual argentino, batiza seu "filho", nascido de mãe de aluguel, em plena Catedral de Buenos Aires


07.08.2018 -

n/d

Por María Ferraz

Eu não sei o que mais provas que queremos, para ver que a Igreja está tomada pelos inimigos de Deus, que exibem um comportamento escandaloso, espalhando publicamente que o grave pecado "sodomita" se encaixa na Igreja.

Um homossexual famoso e seu parceiro montaram o seu show particular, para chegar a todos os cantos da midia mundial. Neste caso, a criança batizada, vem de uma mãe de aluguel através de doador de esperma selecionado, quando a fertilização in vitro não se aceita moralmente, nem a união de dois homossexuais, que também querem celebrar com grande fanfarra, um batismo em uma Igreja. Quem é responsável pela catedral de Buenos Aires (Argentina) e permite tal aberração? 

Um novo escárnio da (Igreja) Noiva de Jesus Cristo, depois que Bergoglio nomeou bispo há alguns dias um homossexual ativo (todos sabem disto). É claro que eles querem para liderar a Igreja: a aceitação da sodomia O rico coreógrafo gay argentino Flavio Mendoza, de 43 anos, realizou um "show" batismal para seu bebê e sua mãe de aluguel, na Catedral de Buenos Aires.

n/d

Mendoza foi acompanhado por seu atual parceiro gay (foto), Daniel Allodi, 32 anos. O bebê nasceu em abril de uma mãe de aluguel contratada, um procedimento que custa até a $130.000. Mendoza realizou o evento gay na catedral com convidados proeminentes e imagens publicadas mais tarde, a Internet.

Visto em: religionlavozlibre.blogspot.com  via  www.rainhamaria.com.br

===========================

Nota  de www.rainhamaria.com.br

Por Dilson Kutscher

Deus é Amor, mas também é Justo Juiz. Ultimamente padres, bispos e cardeais, querem somente destacar o DEUS Amor, mas o DEUS Juiz, eles querem esquecer, sabe por quê? Porque querem esquecer também a palavra pecado, querem "abolir" o pecado e transformá-lo em algo perfeitamente "aceitável" na sociedade do fim dos tempos, onde tudo é permitido, então, usam a justificativa do Deus Amor, que não condenará ninguém.

E os "sodomitas modernos", amparados por está anti-Igreja, que prega um anti-Evangelho, ainda zombam da Palavra de Deus e da condenação do pecado.

Diz o cartaz de homossexual, durante parada gay nos EUA:

“Aposto que o inferno é um lugar fabuloso!"

n/d

Isto é exatamente o que se passa com o revolucionário Francisco e seus bispos progressistas mundanos, que pregam uma misericórdia apenas de aparências, mas sem a necessidade de uma verdadeira conversão dos pecadores. A nova misericórdia declara apenas que Deus os Ama, não importa que religião (seita) sigam, não importa que continuem pecando e permaneçam em seus pecados, pois, todos se salvam.

n/d

Todos se encontrarão no Céu, Deus é Amor, esqueçam este Deus Justiça, Justo Juiz. Assim, não havendo um Deus que condena, não existe mais condenação ou castigo, logo, não existe mais inferno. (nem demônio)

Diz na Sagrada Escritura:

"Acaso não sabeis que os injustos não hão de possuir o Reino de Deus? Não vos enganeis: nem os impuros, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os devassos". (I Coríntios 6, 9)

"Não digas: A misericórdia do Senhor é grande, ele terá piedade da multidão dos meus pecados, pois piedade e cólera são nele igualmente rápidas, e o seu furor visa aos pecadores". (Eclesiástico 5, 6-7)

 

Veja também...

Cardeais do Fim dos Tempos: Cardeal (americano) Tobin permite "Missas do Orgulho Gay" em sua Diocese

Lobos em pele de cordeiro: Diocese americana liderada por bispo pró-gay diz que cabe a cada paróquia promover a homossexualidade (Como é que é!?)

A Fumaça de Satanás na Igreja: Consultor do Vaticano, padre James Martin, exalta livreto de sua própria paróquia, que busca normalizar ainda mais a atividade sexual entre gays dentro da Igreja

O Bispado espanhol se cala sobre o uso de uma Igreja como camarim para evento (gay) Drag Queens

Sinal dos Tempos: Casais homossexuais são bem-vindos ao Encontro (católico??) Mundial das Famílias na Irlanda, declarou o Arcebispo de Dublin

Padre Dariusz Oko: "Há uma máfia gay dentro da Igreja. Definitivamente, há um problema com Bispos homossexuais na Igreja"

O Catecismo pode ser mudado: O lobby LGBT (gay) confia em ser a próxima mudança na Doutrina da Igreja

 


Rainha Maria - Todos os direitos reservados
É autorizada a divulgação de matérias desde que seja informada a fonte.
http://www.rainhamaria.com.br

PluGzOne