Cardeal Joseph Zen: A presença dos dois (bispos comunistas) emissários do governo da China, perseguidor e ateu, é um insulto aos bons bispos da China e ao Sínodo dos Bispos Católicos!


04.10.2018 -

Monsenhor Giovanni Yang Xiaoting, "bispo" de Yanan e Monsernhor Giuseppe Guo Jincai, "bispo" de Chengde, são os dois primeiros bispos (comunistas) da República da China, que podem participar de um Sínodo da Igreja, neste caso dos jovem. (ambos nomeados pelo Partido Comunista) 

n/d

No entanto, há críticas à presença dos dois bispos em Roma. O bispo emérito de Hong Kong, publicou um comentário amargo em seu blog chinês, e disse aos dois bispos (comunistas) chineses: "Não sejam insolentes voltem para casa".

Já o Cardeal Joseph Zen, escreveu:

n/d

"A presença dos dois emissários do governo (comunista) perseguidor e ateu. É um insulto aos bons bispos da China e ao Sínodo dos Bispos Católicos!"

 Fonte: www.asianews.it  via religionlavozlibre.blogspot.com

 

Veja também...

Os comunistas têm medo de Nossa Senhora de Fátima, garante Cardeal chinês

A cruel perseguição da Igreja Católica na China: O martírio dos católicos chineses

A Igreja (comunista) da China declarou independência imediatamente após o acordo de Francisco com o Governo da China

Após o encontro com Francisco, o cardeal Zen diz que o Vaticano "vendeu" a Igreja na China (aos comunistas) 

Crianças chinesas são forçadas a negar sua fé: Escolas controladas pelo governo comunista, obrigam alunos cristãos a se declararem “sem religião”

 


Rainha Maria - Todos os direitos reservados
É autorizada a divulgação de matérias desde que seja informada a fonte.
http://www.rainhamaria.com.br

PluGzOne