Pokémon: Monstro ou Demônio? Diversos acidentes fatais ocorrendo por conta deste jogo, e crianças têm visto o monstro até junto às suas camas


09.08.2016

Vivemos num mundo relativista onde se confunde o real com o irreal e onde, paradoxalmente, satanistas dizem que o demônio é um mito do folclore da cristandade. Se eventualmente o demônio resolvesse aparecer de verdade, muitos pensariam que se trataria de um Pokémon. Isso faz pensar se não seria essa a intenção dos criadores desse jogo!

n/d

oi lançado no Brasil no dia 2  p.p., o aplicativo “Pokémon Go” da Nintendo desenvolvido pela Niantic Inc. (empresa do Google).  Trata-se de um jogo para dispositivos móveis que trás monstros chamados Pokémon (originário das palavras Pocket Monsters, ou monstros de bolso) para a vida real através da realidade aumentada. O jogador é obrigado a caminhar por diversos locais. O jogo virou febre no mundo inteiro.

Baseado na temática de um desenho animado dos anos 90, quando foi lançado no Game Boy da Nintendo, o jogo procura atrair usuários de diversas faixas etárias. Ele foi desenvolvido num ambiente virtual que está em paralelo com o mundo real. Nesse mundo virtual foram “espalhados” diversos monstros digitais para serem “capturados” por câmeras de celulares que tenham GPS.

n/d

Em menos de 24 horas após seu lançamento no Brasil, o aplicativo Pokémon GO foi responsável por pelo menos 18 mortes.

As mortes foram causadas por acidentes de carro. Os jogadores do aplicativo corriam atrás dos Pokémon e acabavam sendo  atropelados. Diversos acidentes fatais já aconteceram  também em outras partes do mundo.

n/d

Dois jogadores em San Diego, nos Estados Unidos, caíram de  um penhasco de cerca de 25 metros em uma praia na cidade. Um deles foi encontrado à beira da praia, enquanto o outro acabou parando em uma inclinação no meio do penhasco. Ambos sofreram apenas algumas lesões.

Um americano levou uma facada enquanto procurava por Pokémon em Washington, nos EUA.

Dentro do metrô de S. Paulo pessoas já foram socorridas, estando prestes a cair nos trilhos dos trens. Há vídeos na internet que mostram diversos casos de pessoas a ponto de ser atropeladas por carros ou dando trombadas com objetos e outros transeuntes pela rua.

Crianças têm visto o monstro até junto às suas camas. Os pais estão preocupados porque este jogo pode causar sérios danos psicológicos aos filhos, pois acharão que há monstros por toda parte e muitos terão problemas até para dormir.

n/d

Autoridades de diversos países – e a própria  Nintendo – estão preocupados com o número de acidentes que o jogo está causando e alertaram as pessoas para que joguem com atenção e verifiquem se é seguro o local onde está usando o aplicativo. Fonte: http://ipco.org.br

============================

Nota de www.rainhamaria.com.br

Por Dilson Kutscher

Quem entra no território do inimigo, ainda que seja por mera curiosidade, mesmo avisado do perigo, corre o risco de perder sua alma. Em certos jogos e locais na internet, o demônio aguarda os curiosos desavisados, que caem na sua armadilha, na cilada infernal do maligno.

Diz na Sagrada Escritura:

"Não quero que sejamos vencidos por Satanás, pois não ignoramos as suas maquinações". (II Coríntios 2, 11)

"Sede sóbrios e vigiai. Vosso adversário, o demônio, anda ao redor de vós como o leão que ruge, buscando a quem devorar". (1Pedro 5, 8)

“Ó terra e mar, cuidado! Porque o Demônio desceu para vós, cheio de grande ira, sabendo que pouco tempo lhe resta” (Apocalipse 12, 12)

São Ambrósio dizia que na terra só caminhamos sobre ciladas armadas por nossos inimigos demoníacos a fim de nos roubarem a graça divina.

Disse Santo Afonso de Ligório: "A vida presente é uma guerra contínua com o inferno, na qual corremos, a cada instante, o perigo de perder a Deus e a nossa alma".

 

Lembrando também...

Jogos do Fim dos Tempos: Videogame leva seus jogadores, crianças e jovens, ao inferno, permitindo que se tome posse do corpo de demônios

O apocalipse zumbi Pokémon já começou: Ovelhas obedientes buscam monstros fictícios

Ciladas do demônio: Suicídio de adolescente russa de 12 anos revela lado sombrio das redes sociais. Uma subcultura de suicídio generalizada nas redes sociais

Lembrando o combate ao demônio: Foram necessários seis exorcismos para resgatar Aldina das trevas. Afinal, porque razão o demônio a perseguiu?

 

 


Rainha Maria - Todos os direitos reservados
É autorizada a divulgação de matérias desde que seja informada a fonte.
http://www.rainhamaria.com.br

PluGzOne