Tornei-me, acaso, vosso inimigo, porque vos disse a verdade? (Gálatas 4, 16). Pelo estado em que a Igreja hoje se encontra, será que Ela ainda pode estar agradando a Deus? Ela parece claramente outra igreja


13.07.2017 -

n/d

Disse certa vez, um dos maiores Santos e Doutores da Igreja, o Grande Santo Atanásio: “Se o mundo for contra a Verdade, então Atanásio será contra o mundo”.

Ora, o que é a Verdade? Nosso Senhor Jesus Cristo!! pois Ele mesmo disse: “Eu sou o caminho, a Verdade e a Vida…”. 

Santo Ângelo, um dos mais importantes santos na Ordem do Carmo, enquanto estava no deserto, por um período de cinco anos, em que viveu totalmente solitário, recebeu a seguinte revelação de Nosso Senhor: “Sabe Ângelo, Servo meu, a cidade de Jerusalém, a Galileia e toda a terra da promissão, Capadócia e Egito, com muitas regiões da Ásia e da África, passados poucos anos, irão de todo ao poder dos Ismaelitas, as Igrejas, os Templos que tu vês agora, onde se celebram os louvores divinos, serão destruídos, e as cerimônias, costumes e observâncias dos cristãos em tudo, quase serão reduzidos a nada. E o poder de Maomé e de seus sucessores crescerá sempre mais e atemorizará quase todas as gentes e será com isto amedrontada e molestada toda a Europa, e virá fogo, sangue, ruína e quase total destruição e haverá grande aflição e crescerá o furor e ira sobre os filhos da ingratidão. Estas coisas virão pela abominação daqueles que edificam Babilônia, dissipam o Santuário e sustentam o povo da maldade, ódio e rancor e o arrastam à crueldade, desonestidade, malícia e pecado”. 

Então Santo Ângelo disse: “Quando, meu Senhor, isso há de suceder?” Cristo respondeu-lhe: “Quando a Igreja, despojada de seu esplendor jazer como uma viúva, quando a Cadeira do Pontífice Romano seja posta em contradição, quando se levantarem os hipócritas com cor e pretexto de santidade e religião, defraudarem os povos, e a Igreja estiver cheia de seitas, nas quais reinarão a soberba, ambição, luxúria, com todo o esquadrão de seus filhos: quando os príncipes divididos guerrearem, e um Bispo estiver contra outro, e as mulheres se tornarem ministras em lugar dos sacerdotes, e quase seja tirada toda a paz do mundo, e da discórdia nasça a morte, quando os hereges prevalecerem, e a verdadeira Fé estiver quase extinta e os seus pregadores se derem a vaidades e loucuras; então meu Eterno Pai mandará o seu furor e permitirá que os filhos da ingratidão sejam atormentados pelos inimigos do meu Nome. Todas estas calamidades lhes sobrevirão por seus pecados”.

E tendo Cristo dito isto, desapareceu aos olhos de Santo Ângelo em uma nuvem alvíssima – (Esta revelação se encontra na vida de Santo Ângelo, escrita por Enoc, Patriarca de Jerusalém)

Deve-nos trazer grande admiração a notícia de que uma profecia como esta, escrita no século XIII esteja se cumprindo tão perfeitamente nos nossos dias. De fato, a Igreja, agora sem o seu esplendor, jaz como uma viúva triste e amordaçada. A Cátedra de Pedro já não se apresenta como o baluarte seguro da doutrina imutável. .

Vejamos como os Bispos estão uns contra os outros, e como reinam a soberba e a luxúria! Encontramos “a Fé quase extinta e os seu pregadores repletos de vaidades e loucuras”. Quanto às “ministras”, disse por estes dias o Cardeal Burke:“Com exceção do padre, o santuário se encheu de mulheres. As atividades da paróquia e até da liturgia se tornaram tão femininas em diversos lugares, que os homens não querem mais se envolver”. Sem dúvida, podemos nos remeter à profecia que diz: “teus príncipes profanaram meu santuário. Então entreguei Jacó ao anátema e Israel às injúrias” – (Is. 43,28).

Nos ensina São Paulo Apóstolo: “Estai de sobreaviso, para que ninguém vos engane com filosofias e vãos sofismas baseados nas tradições humanas, nos rudimentos do mundo, em vez de se apoiar em Cristo” -(Cl 2,8).

A Esposa do Cordeiro, está mesmo sob forte ataque interno. A apostasia tomou conta do clero, dos religiosos e dos leigos, em sua imensa e esmagadora maioria. Diz a Sagrada Escritura: “Ninguém de modo algum vos engane. Porque primeiro deve vir a apostasia, e deve manifestar-se o homem da iniqüidade, o filho da perdição, o adversário, aquele que se levanta contra tudo o que é divino e sagrado, a ponto de tomar lugar no templo de Deus, e apresentar-se como se fosse Deus” – (2 Ts. 2, 3-4).

Com imensa tristeza, assistimos a cada ano que passa, um aumento cada vez maior, na descaracterização da nossa Igreja Católica, de tal forma, que se formos comparar a sua situação atual com a de algumas décadas passadas, poderíamos afirmar, sem nenhum exagero, que essa de hoje parece claramente outra igreja. Pelo estado em que a Igreja Católica hoje se encontra, será que Ela ainda pode estar agradando a Deus?

São três os pilares de nossa Fé católica:  Sagrada Tradição, Sagrada Escritura e Sagrado Magistério. 

TRADIÇÃO: Então, irmãos, estai firmes e retende as tradições que vos foram ensinadas, seja por palavra, seja por epístola nossa – (2 Tessalonicenses 2,15). 

MAGISTÉRIO: A Igreja é a casa de Deus a coluna e sustentação da verdade – (1 Timóteo 3,15). 

SAGRADA ESCRITURA: Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para ensinar, para repreender, para corrigir e para formar na justiça – (2 Timóteo 3,16)

Na realidade, a única e imutável Verdade, não pode desenvolver, e, portanto progredir, como jamais progrediu durante dois mil anos, por meio de contradições. As contradições doutrinárias na Igreja, sempre foram denominadas erros ou heresias, e condenadas com anátemas.

O nome de São Tomás de Aquino é um marco para todos aqueles que buscam a verdade. Entretanto, nos pormenores de sua vida e em sua extraordinária personalidade, descobrimos mais do que um teólogo: um grande Santo e Doutor da Igreja Católica. 

Disse São Tomás de Aquino: “Surgindo perigo iminente pára a Fé, os Prelados devem ser questionados, mesmo publicamente, pelos seus súditos. Assim, São Paulo, que estava sujeito a São Pedro, questionou-o publicamente pelo iminente perigo de escândalo em matéria de Fé. E, tal como Santo Agostinho o interpreta na sua Glosa (Gálatas 2, 14), São Pedro deu o exemplo a todos os que governam para que, ao desviarem-se do caminho reto, não rejeitem a correção como inútil, ainda que venha de súditos” – (Fonte: Summa Theologica, Turin/Rome: Marietti, 1948, II-II, q.33, a.4)

O próprio Deus, diz São Paulo, lhes enviará um poder que os enganará e os induzirá a acreditar no erro – (2 Tes 2, 10-11). Que castigo mais terrível pode haver que uma hierarquia desorientada? Isso é precisamente o que nossa Senhora anunciou na terceira parte do Segredo de Fátima: A Igreja e sua hierarquia, sofrerão uma desorientação diabólica, que corresponde ao que Apocalipse nos fala sobre o combate da mulher contra o dragão. Mas, a Santíssima Virgem nos assegura que no final desta luta seu Imaculado Coração triunfará. Ela vencerá a grande apostasia, fruto do liberalismo. Uma razão para não ficarmos de braços cruzados! Devemos lutar mais do que nunca pelo Reinado Social de Nosso Senhor Jesus Cristo. É necessário resistir. É necessário construir enquanto outros destroem. É necessário reconstruir as cidadelas em ruínas, reconstruir os bastiões da fé. Primeiro, o Santo Sacrifício da Missa de sempre, formador de santos. Depois, nossas capelas, que são verdadeiramente nossas paróquias, os mosteiros, as famílias numerosas, as escolas católicas, as empresas fiéis à doutrina social da Igreja, os políticos determinados a fazer política por Jesus Cristo. Devemos restaurar um conjunto de costumes, a vida social e os reflexos cristãos, com a amplitude de vida que Deus disponha. A única coisa que sei, e a fé nos ensina, é que Nosso Senhor deve reinar neste mundo, agora, e não apenas ao fim dele, tal como querem os liberais!

Como já foi dito: Não se opor ao erro é aprova-lo.

Que a hierarquia, se cerque de vigorosos defensores da fé, que os designe em dioceses importantes. Que se digne por documentos importantes proclamar a verdade, perseguir e condenar o erro, sem temor das contradições, sem temor dos cismas, sem respeito humano, encorajar os bispos a endireitar a fé, que excomunguem aos pecadores obstinados que não queiram se emendar, após serem advertidos e corrigidos. Que sejam de fato, e de direito, verdadeiros Pastores, e arranquem suas ovelhas das garras do demônio, e não lobos em pele de cordeiro, levando lentamente suas ovelhas para a boca do inferno, da condenação eterna, ao lhes oferecer um ALIMENTO ENVENENADO. A profecia, queixa que Nosso Senhor fez a Santo Ângelo, tão atual, se apresenta para nós como uma advertência muito importante. Busquemos alcançar de Deus, entre jejuns, lágrimas, cinzas, mortificações, e muito combate, muita luta, o perdão de nossos pecados e a misericórdia para este nosso século, que avança por entre tantas calamidades e contradições. Devemos ter o espírito missionário que é o verdadeiro espírito da Igreja, fazer tudo pelo Reino de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo a divisa de nosso Santo Papa, São Pio X, QUE DIZIA: “Instaurare omnia in Christo”, restaurar tudo em Cristo, e sofrer como Nosso Senhor em sua Paixão para a salvação das almas, para o triunfo da Verdade. “In hoc natus sum, disse Nosso Senhor a Pilatos, “ut testimonium perhibeam veritati”. “Eu nasci para dar testemunho da Verdade”

“Tornei-me, acaso, vosso inimigo, porque vos disse a verdade?” – (Gálatas 4, 16).

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!! Salve Maria!! Viva Cristo Rei!!

Fonte: Equipe Padre Rodrigo Maria - www.padrerodrigomaria.com.br

============================

Nota de www.rainhamaria.com.br

Declarou o Papa São Félix III: "Não se opor a um erro é aprová-lo. Não defender a verdade é suprimi-la. E, de fato, se negar a maldizer homens maus, quando podemos fazê-lo, não é pecado menor do que encorajá-los".

São Caetano disse: “Deve-se resistir ao papa que abertamente destrói a Igreja”.

São Tomás de Aquino disse: “Tome nota que se houvesse um perigo para a fé, os subordinados estariam obrigados a reprovar seus prelados, mesmo publicamente".

Papa Inocêncio III disse: “É necessário obedecer um papa em todas as coisas enquanto não vá contra os costumes universais da Igreja, mas se ele fosse contra os costumes da Igreja, ele não precisa ser seguido”.

n/d

n/d

n/d

"Se um futuro Papa ensinar algo contrário à Fé Católica, não o sigam". - Papa Pio IX, Carta ao Bispo Brizen, citado em "In His Name", E. Christopher Reyes, 2010

Declarou o Arcebispo francês Marcel Lefebvre:

"Não será dever de um católico julgar entre a fé que lhe ensinam hoje e a que foi ensinada durante vinte séculos de tradição da Igreja? Ora, eu acredito sinceramente que estamos tratando com uma falsificação da Igreja, e não com a Igreja católica. Por quê? Porque eles não ensinam mais a fé católica. Não defendem mais a fé católica. Eles arrastam a Igreja para algo diferente da Igreja Católica. A verdade e o erro não estão em pé de igualdade. Isso seria colocar Deus e o diabo em pé de igualdade, visto que o diabo é o pai da mentira, o pai do erro. Como poderíamos nós, por obediência servil e cega, fazer o jogo desses cismáticos que nos pedem colaboração para seus empreendimentos de destruição da Igreja? Se acontecesse do papa não fosse mais o servo da verdade, ele não seria mais papa. Não poderíamos seguir alguém que nos arrastasse ao erro. Isto é evidente. Não sou eu quem julga o Santo Padre, é a Tradição. Para que o Papa represente a Igreja e seja dela a imagem, é preciso que esteja unido a ela tanto no espaço como no tempo já que a Igreja é uma Tradição viva na sua essência. Na medida em que o Papa se afastar dessa Tradição estará se tornando cismático, terá rompido com a Igreja. Eis porque estamos prontos e submissos para aceitar tudo o que for conforme à nossa fé católica, tal como foi ensinada durante dois mil anos mas recusamos tudo o que lhe é contrário.  E é por isso que não estamos no cisma, somos os continuadores da Igreja católica. São aqueles que fazem as novidades que estão no cisma.  Estou com vinte séculos de Igreja, e estou com todos os Santos do Céu!”

Diz na Sagrada Escritura:

"Nós, porém, sentimo-nos na obrigação de incessantemente dar graças a Deus a respeito de vós, irmãos queridos de Deus, porque desde o princípio vos escolheu Deus para vos dar a salvação, pela santificação do Espírito e pela fé na verdade. E pelo anúncio do nosso Evangelho vos chamou para tomardes parte na glória de nosso Senhor Jesus Cristo. Assim, pois, irmãos, ficai firmes e conservai os ensinamentos que de nós aprendestes, seja por palavras, seja por carta nossa. Nosso Senhor Jesus Cristo e Deus, nosso Pai, que nos amou e nos deu consolação eterna e boa esperança pela sua graça, consolem os vossos corações e os confirmem para toda boa obra e palavra!" (II Tessalonicenses 2, 10 -16)

"Mas, como Deus nos julgou dignos de nos confiar o Evangelho, falamos, não para agradar aos homens, e sim a Deus, que sonda os nossos corações".  (I Tessalonicenses  2, 4)

 

Veja também...

A Esposa do Cordeiro sob forte ataque interno. A apostasia, que tomou conta do clero, dos religiosos e dos leigos, em sua imensa maioria

Apostasia na Igreja de acordo com as visões da Beata Catherine Emmerich. Ela vê claramente nos últimos tempos, a batalha final entre o bem e o mal, a falsa igreja e o falso ecumenismo, cristãos serão enganados e induzidos ao erro

Lembrando: Você se diz católico achando que nós católicos conservadores somos cismáticos? Então lembre-se; não se opor a um e que erro é aprová-lo. Pois o que é elevado aos olhos dos homens é abominável aos olhos de Deus (São Lucas 16, 15)

Intelectuais católicos dizem que a situação da Igreja é tão grave que recorda a crise ariana do século IV, quando graças ao imperador, a heresia ariana conquistou quase todos os pastores e a verdadeira fé católica parecia prestes a ser varrida

Lembrando o Padre Rodrigo Maria: O falso conceito de caridade e a falsa confiança na misericórdia é o que mais tem levado almas para o inferno

À medida que o relativismo revolucionário avança no mundo e dentro da Igreja podemos constatar o crescente distanciamento entre o que se prega em boa parte de nossas paróquias e dioceses e o que a Igreja sempre ensinou em seu magistério infalível

São os leigos que terão de conservar a Fé, nesta época de apostasia e de compromisso com o erro

Francisco aparece em video junto com Líderes de diversas religiões, para promover uma união maior entre elas. Não há mais necessidade de conversão ao Cristianismo/Catolicismo, todos se salvam, tanto faz suas crenças

 


Rainha Maria - Todos os direitos reservados
É autorizada a divulgação de matérias desde que seja informada a fonte.
http://www.rainhamaria.com.br

PluGzOne